31 agosto 2011

Eu e minha amiga


Eu e ela saímos toda noite só com a passagem de ida. Quando temos a de ida e de volta, pegamos um taxi para ir. Normalmente quando decidimos ir àquela festa mais elegante. Trocamos vestidos porque ambas nos vestimos como piranhas, mas isso é só porque é tendência da estação. Ainda ano passado usamos calça de alfaitaria por causa daquela artista negra que talvez seja da Grã Bretanha e sua foto naquele editorial.

E quando não conseguimos alguém que nos pague a entrada pelo simples prazer de serem enganados por nós, porque vamos enganá-los, vamos fazê-los acreditar que vamos pra cama com ele quando não vamos, quando isso não acontece, nos beijamos na fila.

Passamos, cada uma com uma cerveja roubada da loja de conveniência da esquina, e encaramos todos na fila. Quando chegamos a ponta, o mais próximo possível da entrada, nos beijamos. Ela sempre coloca a mão na minha bunda. A cidade está cheia de homens tarados por bunda de mulher sendo apertada por outra mulher. Eu confesso: tenho a melhor bunda.

8 comentários:

  1. adoro estas putas, pois tenho isto no sangue ...

    ResponderExcluir
  2. quero ir é pra balada com vcs. sem roubar cerveja na esquina. ai já é demais. ahaha

    ResponderExcluir
  3. isso é um excelente começo de romance

    ResponderExcluir
  4. Eu também iria pra balada sem o lance da lojas de conveniencia, sabe néam, polícia comigo só na cama.. alok

    ResponderExcluir