24 fevereiro 2011

Conversas não ditas



E eu acreditando que fui sua primeira transa também. Talvez porque você não transasse tão bem. Não que fosse ruim, mas depois de você apareceram alguns bem melhores. É só que sabiam fazer direito. Eu nem sentia dor, eu até gozava. Gozar com você era tão difícil. Eu pensava, “nós vamos aprender juntos, eu e ele”.

Te larguei antes disso, ainda que às vezes lamente ter te largado. Foi bom pra mim e pra você. Quem sabe você já não tenha aprendido? Ainda que lamente que você não tenha aprendido comigo. Nem com as transas antes de mim.

A gente nunca teve essa conversa, na qual eu conto pra você que sei que você não era virgem antes de mim, que sei que você não dava o seu melhor para mim, que sei que você só queria me comer. Aquela em que eu falo que gostava de te dar prazer e que gostaria que você não tivesse mentido para mim. Rezando para que você não diga que eu nunca te dei prazer.

A gente nunca falou sobre a gente e sobre aqueles que você deixava nos rodear, porque eu sempre coloquei nas suas mãos o destino da relação. Até o dia que te larguei, te vi sofrer e te vi mentir. A gente nunca falou sobre a sua mentira, só sobre o seu sofrimento, que era tudo culpa minha.

Às vezes lamento ter te largado, lamento não ter conversado sobre essas coisas e lamento ter achado que o mundo seria bem melhor além você. Apesar das transas que encontrei, que nem doíam e até me faziam gozar, não encontrei um beijo como o seu. Daqueles que eu me sinto amada, esse eu lamento não mais dar.

10 comentários:

  1. e no final das contas sempre ficam coisas a dizer, né?!

    Costumo dizer que o beijo é a porta de entrada para todo o resto...


    então....bjooos

    ResponderExcluir
  2. Como o beijo é forte, esculpe lembranças na nossa boca que nunca mais esquecemos.
    Um bj

    ResponderExcluir
  3. Beijo marca mais que sexo, eu acho.

    Quando descobrir te conto!

    Dizem que o primeiro sempre é o primeiro, né?

    ResponderExcluir
  4. com certeza o beijo é o q marca e fica ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  5. Q texto lindo, cara...
    Eu acho que o beijo é sempre o que marca mais, porque é o primeiro passo ara concretizar o resto das coisas... É a porta de entrada. As vezes nem rola aquele fogo, aquele tesão que rola na transa... Mas é um ato tão puro, tão bonito, tão gostoso... Não é uma simples troca de saliva, é algo mais...
    Mas essas são as ideias de um homem, de um gay... Não sei se o eu-lírico (sim, eu-lírico, isso é poesiam em prosa,hahaha) feminino pnesaria da mesma forma... xD

    Um grande beijo (hahahahaha), e até o próximo

    ResponderExcluir
  6. Não encontrou, as vezes por não se deixar encontrar. Ou as vezes, só precisa de um pouco de sorte mesmo...

    ResponderExcluir
  7. Sei bem como é isso.... infelizmente..........

    ResponderExcluir
  8. Ando precisando de algo direto assim. Talvez resolvesse a minha vida, ou selasse meu túmulo com uma rocha bem grande. O que não dá é viver em suspensão, nessa eterna expectativa que mina meus desejos. Agradeço pelas visitas, tem mais um leitor a partir de agora.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Clap Clap Clap... maravilhoso é pouco.. vai bem por ai o sentimento de querer alguém como amor e não apenas se encontrar e se manter pelo sexo. A combinação das duas coisas hoje em dia é rara, admito!

    ResponderExcluir